ENTREGUE-SE!

ENTREGUE-SE! Vem! Encaixa-se. Sinta a suavidade da pele, a beleza do toque, a leveza da respiração, a cumplicidade do olhar, a ternura da espera, o sabor do encontro. Entregue-se ao desejo primitivo. Entregue-se! Rachel Fischetti... ler mais

Movimento-me

Sigo vivendo Como um jogo de tabuleiro Erros, acertos Passos dianteiro. Momento de retroceder, Mantenho-me uma rodada fora do jogo. Busco por movimento. Movimento das nuvens do céu, Das ondas do mar… Não aceito estagnar. Rio Choro Cresço Amo Desamo Reaprendo a... ler mais

O fim.

O fim. Por que pensar nele como um término ou conclusão de algo?! Fim de tarde, início da noite… … ansiosos aguardamos para descobrir o que a escuridão terá a nos apresentar. Há sempre um recomeço, uma oportunidade, uma nova verdade. Em todas as... ler mais

Se eu pudesse…

Se eu pudesse falar com você Contaria o quanto me pego sorrindo por morar em meu pensamento. Se eu pudesse estar sempre por perto Veria você mexer nos cabelos. Se eu pudesse amanhecer todos os dias ao seu lado Contemplaria seu sorriso, Ouviria sua voz, o ‘blem’ do... ler mais

Adolescência…

Fase de descobertas, dúvidas, erros e poucos acertos… isso, é claro, segundo o ponto de vista “adulto”. Porém, é nesta fase que os erros servirão de alicerce para que se torne adulto. O que diferencia o adolescente de um adulto, segundo meu ponto de... ler mais

(RE) Começo

(RE) Começo Olhe para dentro, mas, não seja o centro. Seja honesto com o que vê: não adianta fugir de você! Se não fizer diferente verás tudo passar a sua frente. Busque paz de espírito Para que internamente minimizem os atritos. Que sejas leve mas,... ler mais

Permitir (SER)…

Como você lida com suas emoções? Reconhece os sentimentos expressados pelos outros? E quando os reconhece, o que faz com essa informação? Você compreende o que sente e o que os demais demonstram sentir? De modo geral, nem depois de adultos damos conta de fazer isso... ler mais

Feliz Ano Novo!

Que as luzes desse ano novo brilhem e tragam a todos novos DESAFIOS, novos PROJETOS e muito SUCESSO!

ler mais

O LUTO também pode ocorrer na infância?

Mesmo bebês em fase antes de aprender a falar já demonstram o processo de luto que são observáveis em desenhos e jogos. Entretanto, é somente a partir do período das operações formais que a criança pode compreender a morte, enquanto fenômeno irreversível, universal e inevitável.

ler mais